Ir para conteúdo
🎯 IP do servidor: jogar.viciante.com.br (1.20) [Java e Bedrock] 🎯

Pyazzah

1.158 visualizações

A Revolução dos Centros de Dados Subaquáticos
 

Os Centros de Dados Subaquáticos (UDCs) estão se tornando uma realidade nos oceanos Pacífico e Atlântico, com a China entrando agora nessa onda de oportunidades. Inspirados pelo projeto Natick da Microsoft, a China está construindo seu primeiro data center submarino, com capacidade equivalente a 6 milhões de PCs.

 

Avanços Tecnológicos nas Profundezas Marinhas
 

A instalação do centro de dados subaquático chinês começou em abril, marcada pela colocação da primeira unidade de armazenamento de dados ao largo da costa de Sanya, cidade costeira ao sul da ilha de Hainan. Impulsionado pela China Central Television (CCTV), o projeto atingiu um marco significativo com a instalação da segunda unidade na última sexta-feira.

 

Especificações Impressionantes e Desafios Monumentais

 

Cada unidade de armazenamento de dados pesa cerca de 1.300 toneladas, desafiando os limites do transporte para o fundo do oceano. Com dimensões gigantescas, o data center abrange até 68 mil metros quadrados, economizando espaço precioso em terra. Essas unidades têm uma longevidade de 25 anos e são construídas para resistir a fenômenos naturais.

 

 

 

Vantagens Ambientais e Eficiência Energética

 

Além de fornecer benefícios para as empresas envolvidas, os centros de dados subaquáticos oferecem vantagens ambientais significativas. A economia de espaço se traduz em 68 mil metros quadrados de terreno seco "economizado", enquanto o resfriamento natural com água do mar gelada reduz os custos operacionais. O consumo mínimo de água doce contribui para a preservação dos recursos hídricos.

 

Parcerias Estratégicas e Investimentos Volumosos

 

O Centro de Dados Submarino de Hainan é resultado de uma colaboração estratégica entre o governo de Sanya, a Comissão Provincial de Supervisão e Administração de Ativos Estatais de Hainan e empresas líderes, incluindo a Beijing Sinnet. O projeto, anunciado no primeiro trimestre de 2021, está previsto para ser concluído até o segundo trimestre de 2025, com um investimento total estimado em US$ 879 milhões.

Essa inovação subaquática promete transformar não apenas a paisagem digital, mas também os paradigmas tradicionais de construção de data centers, apresentando uma abordagem mais eficiente e sustentável para o futuro.

  • Curtir 2

3 Comentários


Comentários fixados

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Crie um novo ...